Aprendendo com nosso irmão Jó

“Antes te conhecia de ouvir, hoje meus olhos te veem” (Jó 42:5)

O nosso irmão Jó foi tratado ao extremo com relação à dor, angustia e sofrimento humano, e vivenciou a realidade da morte em seus entes queridos da forma mais profunda e viva possível. Por um lado, a mensagem do livro de Jó mostra a incapacidade do pensamento humano para entender o sofrimento, mas por outro lado apresenta uma opção aos que muito veem a fé como uma falta de paciência e esperança em Deus. Nosso irmão Jó possuía qualidades indispensáveis e essenciais, pois era um homem, reto, sincero, temente a Deus e desviava-se do mal.
Porem o diabo astuto e ativo que é, sempre rondando os servos de Deus, imediatamente veio com suas artimanhas e acusações, lançando dúvidas contra Jó, Deus então permitiu que o inimigo toca-se em tudo que Jô possuía, e em seus ossos, carne, mais na vida dele não.
O mais tremendo é que Jó ao saber de toda calamidade que sobreveio a sua família, e seus bens simplesmente, adorou. Jó perdera seus filhos, os milhares de animais que possuía, bens materiais que formavam a sua riqueza, perdeu a saúde e perdeu também o apoio da esposa. A mulher de Jó naquele momento teve uma reação totalmente ao contrário do que ele esperava, eu creio que ela não tinha a mesma força que o marido. Ela conhecia Jó muito bem, por isso achava que Deus tinha sido injusto para com ele. A sua desilusão era muito grande. Com certeza ela entrou em estado de choque com tudo o que ocorreu e assim disse coisas que em uma situação normal ou mais pensada não falaria. Vendo o marido naquele sofrimento, ela preferia que Deus o levasse do que deixá-lo sofrer assim. No seu amor pelo esposo, preferia perde-lo, que tê-lo em tão grande, profundo e doloroso sofrimento.
Muitas vezes em nossas vidas, passarmos por quase todo esse processo, muitas vezes cremos que os sonhos parecem ser frustrados. Muitas foram as vezes que estivemos perto de alcançar alguma coisa que tanto havíamos sonhado e, por algum motivo, alguma fatalidade nos ocorre e não conseguimos, naquele momento, concretizar o que tanto sonhávamos. Imediatamente sentimo-nos incapazes, limitados e desanimados. Ai começamos a questionar: “Por que isso está acontecendo comigo meu Deus? O que fiz de errado?
Esse foi o questionamento de Jó, quando perdeu tudo: bens, família, amigos e saúde. Jó tinha certeza que não fora devido aos seus pecados que ele se encontrava naquela situação. Entretanto, ele não conseguia explicar o que estava acontecendo. Já no final do livro de Jó no capítulo 42:2 ele diz: “Bem sei eu que tudo podes, e nenhum dos teus pensamentos pode ser impedido”, Jô reconhece que Deus é soberano sobre todas as coisas, que Ele está no centro do controle de tudo e nada do que Ele planejou, pode ser frustrado. Jó percebe que aquela situação o levou a um novo nível de intimidade no relacionamento com Deus. “Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te veem os meus olhos.” (Jó 42 : 5). Devemos buscar ser assim também em nossas vidas. Alguns de nossos sonhos serão frustrados, muitas coisas que esperamos podem não se realizar. Mesmo assim, não desanime. O que realmente importa é que Deus tem a graça da salvação através de Jesus Cristo para todo aquele que nele crê. É necessário crescermos e uma das formas disso acontecer é passarmos por frustrações que, por um momento nos causará insatisfação, angústia, desanimo mas logo em seguida, discernimento, maturidade e visão espiritual. Lembre-se, Deus cuida de nós e permite que realizemos nossos sonhos, ainda que de modo diferente do que esperamos, mas com convicção, que será da melhor maneira que poderia ser. Depois da humilhação, nosso irmão Jó recebeu o dobro do que possuía e Deus permitiu que ele ainda tivesse mais dez filhos. Entregue seus sonhos a Deus, espere por sua resposta e saiba que independente da sua resposta, você será Vitorioso. Eis duas valorosas promessas para você, “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra. (Sl 46 : 10)” e “ Bem sei eu que tudo podes, e nenhum dos teus pensamentos pode ser impedido. (Jó 42:2)
Com amor em Cristo para sua reflexão, Pregador Maurio Maciel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *